quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Portinari

A fragrância é uma das últimas a causar boa impressão nos amantes da marca de outros tempos.
Trata-se de uma colônia amadeirada/aromática, com arranque expressivo de notas herbais, como o manjericão e o cipreste, além da tradicional lavanda e dos cítricos. Na verdade, Portinari é uma clássica combinação masculina, pouco inovadora, mas bastante diferente na época em que foi lançada. Prossegue com notas levemente picantes e amadeiradas, como as do cravo e as
do vetiver, com um toque adocicado de fava tonka, conhecida como cumaru, no Brasil. Ou seja:
o tradicional cheiro explosivo e estimulante de lavanda fresca seguido de notas mais densas de resinas e madeiras e, por fim, adocicadas, como ocorre em muitos perfumes masculinos mais modernos e urbanos (Aliás, uma tendência que tem acabado com a alegria de muitos amantes e entendedores de perfumes, uma vez que se tornou o cheiro comum a quase todos os perfumes masculinos do momento).
Lembra-me muito Blue Jeans, de Versace, nos primeiros instantes.

Ando sumido, né?!

Pois é, meus queridos leitores: tenho trabalhado tanto, que mal tenho tempo de postar minhas resenhas. Mas peço que não desistam de mim. Em breve teremos novidades.
Beijo em cada um de vocês.
Cris
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...