segunda-feira, 28 de setembro de 2015

É mais além

Há cheiros com o estranho poder de influenciar o pensamento, os desejos e marcarem a memória de forma indelével. Alguns podem interferir até no comportamento.
Um sonho para qualquer perfumista é conseguir captar certas atmosferas oníricas, certas passagens, certos momentos fragrantes que marcaram suas vidas.
Não me refiro aqui a apenas notas olfativas que podem estar presentes numa fragrância. Falo de cheiros naturais de objetos, ambientes e até de pessoas...
Um bom exemplo é o aroma exalado por abobrinhas verdes, sob o sol, ainda no pé: pura obscenidade (rsrsrs). Também o cheiro de suas flores. Há uma pungência sem precedentes, a qual até mesmo a escritora Adélia Prado percebeu:

"O cheiro da flor de abóbora, a massa de seu pólen,
para mim, como óvulo de coelhas.
- Vinde zangões, machos tolos,
picar a fina parede que mal segura a vida,
tanto ela quer viver.
Ainda que não vos houvesse
eu fecundaria essas flores com meu nariz proletário.
- Ora, direis, um lírio ignóbil.
Pois vos digo que a reproduzo em ouro
sobre meu vestido de núpcias, meu vestido de noite.
Dentro do quarto escuro, ou na rua sem lâmpadas,
de cidade ou memória, um sol.
Como pequenas luzes esplêndidas."
(PRADO 1987: 27)

Para mim, também o cheiro da mexerica: minhas mãos, durante todo o dia, cheirando ao sumo da fruta que impregnava todas as minhas travessuras mais secretas. E os copos-de-leite, no brejo, onde eu entrava, temendo afundar no lodaçal, também perfumado, cheiro de terra e mato, a fim de colher as flores de aroma atalcado e discreto. O cheiro do capim-gordura, ornando as manhãs frias, orvalhadas, da minha criancice.
Difícil definir, quase impossível. É que as palavras não são capazes...
Penso eu que seria a glória poder identificar certas nuances em algum perfume. Seria pura magia.
Na verdade, há algumas obras que tocaram fundo minha memória olfativa e me levaram pra esses cantinhos da alma: Yang, de O Boticário; Paradoxo, de Chlorophylla; Nu, de YSL; Insensé, de Givechy, Kouros, de YSL, Kenzo pour Homme, de Kenzo entre outros.
E no seu caso? Que cheiros provocam sua sensibilidade? E os perfumes? Quais são aqueles que fazem muito mais que apenas perfumar?
Compartilhem!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Participe deste blog. Vamos trocar experiências olfativas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...