quinta-feira, 31 de julho de 2014

Odor Ferino


Sabe-se que o feromônio é uma substância química excretada e captada por animais da mesma espécie. Não tem apenas função de atrair sexualmente um parceiro. Os feromônios emitem sinais de alerta sobre o perigo e também avisam aos outros integrantes de uma colônia, por exemplo, onde se encontra a comida.
Mas falemos de sua função sexual nos seres humanos.
Não há, ainda, uma comprovação científica de que mamíferos produzam, de fato, o feromônio. Entretanto, até entre nós, humanos, a questão do cheiro da pele pode ser determinante na hora de se escolher um parceiro, assim como a simetria do rosto, tom de voz etc.
Fato é que o cheiro natural de cada um tem influência na atração entre os parceiros e, obviamente, na repulsa. Se esse cheiro advém da liberação ou não do feromônio, ainda não podemos afirmar.
Na perfumaria, muitas fragrâncias dizem conter a substância "feromônio" sintetizada e prontinha para o uso. Quer dizer: você borrifa e está capacitada/capacitado para atrair um macho alfa (ou uma mulher maravilha) numa esquina qualquer (rsrsrs).
Na verdade, nada se comprovou a respeito desse poder de certos perfumes. A questão da atração está muito além de uma receita pronta que se encontra em qualquer frasco, mas posso afirmar, seguramente, uma coisa:
Independente de conter tal substância ou não, alguns perfumes exercem um forte poder de atração em quem o sente. Não só pelo cheiro agradável, o que já um ponto a favor de quem espera ser notado e desejado. Na verdade, há fragrâncias que despertam de fato nossa libido, nossa imaginação, nossa curiosidade. Perfumes contendo almíscar, por exemplo, são categóricos. O almíscar advém da glândula de um animal, o almiscareiro, e é usado como base de muitos perfumes femininos e masculinos. Logicamente, por razões óbvias, essas notas olfativas vem sido recriadas em laboratório. Há combinações de algumas plantas com certas resinas, por exemplo, que recriam odores como o do âmbar gris, do musk, entre outros. Das raízes da "angelica" e das sementes de um tipo de "hibisco", por exemplo, obtém-se óleos essenciais capazes de imitar o odor do âmbar e do almíscar.
Bem... como eu falava, o almíscar tem um cheiro quente, adocicado e visceral, capaz de combinar com notas florais e amadeiradas, ressaltando o caráter sedutor de um perfume. Ainda existe o âmbar gris, a civeta entre outros. 
São componentes que, dependendo da criação, podem ser um considerável estímulo na arte de seduzir.
Há muitos perfumes inspirados na arte animalesca de seduzir... Em breve falaremos de alguns deles.
Até lá!



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Participe deste blog. Vamos trocar experiências olfativas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...