sábado, 12 de outubro de 2013

Organza Indecence

De uma das grifes que põem no mercado alguns dos melhores perfumes que conheço, Organza Indecence é uma obra sedutora e refinadíssima. Suas notas orientais e amadeiradas soam claramente desde as primeiras impressões. A canela é a estrela dessa rica harmonia... Mas não uma canela crua, simplória e com cheiro de bala. Há algo defumado, flambado, que envolve as notas orientais. Talvez os acordes de âmbar e baunilha combinados.

Organza Indecence não apresenta acordes florais. O que ocorre é um rico trabalho com patchouli (que se percebe com mais clareza depois de algum tempo), canela, baunilha, âmbar, almíscar e madeiras.

Traz ares de uma mulher sensual, decidida e consciente de seu poder de sedução.
Infelizmente trata-se de um perfume raro, já descontinuado, a que só alguns sortudos têm acesso.
A embalagem é perfeita e brinca com as formas do frasco de seu antecessor, Organza, de 1996. Assim como Indecence é mais ousado, mais picante e sugestivo, o frasco se apresenta com a mesma figura feminina de Organza, em seu belo vestido, porém menos comportado, insinuando-se, indecentemente.
Pura luxúria!

Um comentário :

  1. Não é um escândalo esse perfume? Acho de um amadeirado oitentista lindo..Lembra algum perfume dos anos 80, você falou em flambado. Exato, é isso mesmo! Madeiras doces e quentes. Curioso eu entrar aqui e me deparar com a resenha dele. Ontem ainda me veio à mente a necessidade de relatá-lo no meu blog. Já sei até a personagem! rs. Bjusss

    ResponderExcluir

Participe deste blog. Vamos trocar experiências olfativas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...