quarta-feira, 24 de abril de 2013

Miss Dior em nova versão

Assim como entendo o tradicional Miss Dior (1947) como uma fragrância ícone da marca, capaz de representar a casa e de se imortalizar em reconhecimento e unanimidade, vejo na nova versão de 2011 uma tentativa de atualizar o tema e a mulher que representam uma das mais tradicionais marcas de perfumes do mundo. 

Assim também aconteceu com Chanel Nº 5, que, apesar de manter seus súditos, teve seu tema atualizado para representar uma mulher contemporânea, moderna, mas sem perder o que faz de Chanel uma paixão sem precedentes, Coco Mademoiselle, a nova versão de Miss Dior representa para a marca o mesmo que Coco Mademoiselle representa para Chanel. 
Temos um perfume grandioso, com saída floral/frutada e deliciosamente suculenta. Aos poucos, em uma evolução notável, o aroma floral de rosas e jasmim se depara com algo mais seco e elegante, graças à presença do patchouli. Esse interessante contraste faz de Miss Dior um perfeito exemplar de um chypre-floral (o que, mais uma vez, aproxima-o de Coco Mademoiselle). Após algum tempo, encontra-se o musk, numa assinatura sofisticada, moderna e sensual. 
Miss Dior tem base tradicional e "ecoa" traços muito sutis de Chanel Nº 5, percebidos somente depois de algumas horas.
A embalagem também diferencia o perfume de seu precursor, já que apresenta seu famoso relevo apenas na base do frasco.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Participe deste blog. Vamos trocar experiências olfativas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...