terça-feira, 6 de novembro de 2012

Chloé Eau de Parfun

Temos aqui uma daquelas fragrâncias que soam moderníssimas, mas que mantêm alguns traços clássicos e maravilhosamente sofisticados. 
De saída floral/frutal, é como um mergulho certeiro em uma profusão de flores magníficas adornadas pelo frescor da lichia. Ao mesmo tempo, a combinação nos traz um clima tropical, lembrando frutas suculentas, como a manga, por exemplo. Mas é só uma ligeira impressão. Aos poucos, as notas de rosas ficam explícitas, acompanhadas de peônia, magnólias e lírio-do-vale. 
A fragrância então torna-se feminina e muito sensual.
Mas o que me tentou profundamente foi o contraste entre a delicadeza e a força da fragrância. As notas florais frescas e intensas somam-se à base ricamente ambarada e quente, criando um efeito quase chypre, o que traduz tradicionalismo e ousadia ao mesmo tempo. 
Chloé me faz lembrar Diesel Fluel for Life, de Diesel, e Coco Mademoiselle, de Chanel. 
Um aroma digno de ser reverenciado por pessoas que curtem perfumes feitos com sabedoria e arte, indicados a quem reconhece na tradição o bom gosto, a suntuosidade, e na modernidade, o glamour e muitas possibilidades.
Para meu amigo Yvan!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...