quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Capim Gordura

Quem vive ou viveu no interior, principalmente em regiões serranas, certamente conhece esse cheiro. O capim-gordura é conhecido pela grande qualidade nutricional para o gado e também por infestar áreas de cultivo ou de reflorestamento, sufocando e aniquilando plantas menores. Seu nome tem a ver com a textura das folhas, por serem aveludadas e pegajosas.
O cheiro desse capim é algo nostálgico. No meu caso, tem cheiro de infância, da época em que eu e minha família íamos a uma propriedade que tínhamos na região serrana do ES. Lembro-me que , pela manhã, ainda muito frio, via o vapor d'água se desprender dos charcos e regatos, ao receber os primeiros raios de sol. O capim cheirava divinamente e enchia meu coração de alegria. Cheiro verde, agreste e muito inspirador. O escritor Rubem Alves também é marcado por esse cheiro e o descreve em um de seus textos.
Descobri recentemente, em um terreno baldio perto de minha casa, algumas touceiras dessa planta. Agora passo sempre bem devagar para poder recordar alguns bons momentos que vivi.
Seu aroma traz notas que fariam grande sucesso em fragrâncias masculinas da família fougère, acompanhadas de lavanda e madeiras, lembrando mato, grama e rusticidade. 

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Melão


Essa deliciosa fruta tropical é uma estrela da perfumaria. Está presente em criações respeitáveis, de tema floral fresco e primaveril, ou em composições mais densas, entre as notas iniciais de fragrâncias florais/orientais e gourmand. Seu aroma é capaz de conferir densidade e glamour até a uma composição floral menos pretensiosa. 

O melão empresta ao perfume suas notas frutais aquosas, o que garante frescor e luminosidade à obra. Também compõem esses acordes otimistas o abacaxi, a melancia, a lichia e o pêssego, mas o melão, ao lado da melancia, são os campeões quando o tema do perfume se relaciona à água ou à brisa. 
Há também ingredientes sintéticos que compõem os acordes conhecidos como "ozônicos", ou seja, aquele cheiro de brisa marinha ou de terra molhada.
Entre os perfumes contendo o melão, podemos destacar J'adore, de Dior, e Escape, de Calvin Klein, entre outros. Nos dois casos citados, é marcante a presença dessa fruta fresca, doce e suculenta.

J'adore L'eau Cologne Florale

A fragrância de Dior inspirada no estrondoso J'adore (lançado há mais de dez anos) é um convite a um passeio num campo de flores em manhã iluminada de céu limpo, claro, mais que azul.
O perfume tem estrutura simples, sem a famosa pirâmide evolutiva. São notas frescas de frutas cítricas abrindo caminho para a opulenta magnólia - tema do perfume - somada a notas florais de ylang-ylang e flor de laranjeira. Temos a impressão de usarmos um tradicional "uniflore", fragrâncias inspiradas numa única flor, anteriores ao mítico Chanel Nº 5. É leve, fina, sofisticada e de fixação relativamente boa. 
J'adore L'eau não ignora seu precursor: mantém a suntuosidade das notas florais mais que nobres, envolvidas pelo frescor, num buquê harmonioso, muito rico e de extremo bom gosto.
A diferença talvez esteja na omissão dos acordes frutais, lembrando melão ou pera, tão marcantes na versão tradicional de 1999.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Glow

Curioso eu não ter postado nada ainda sobre essa fragrância inebriante.

Quando a conheci, tive uma experiência sensorial quase surrealista: voltei a minha infância, quando sentia um aroma delicado e fresco de rosas em um desodorante de frasco pequeno e "bojudinho", de alguma marca nacional, dessas que vendem seus produtos em revistas. Não consigo me lembrar do nome, mas tem algo a ver com "rosa", claro. Além disso, tive a impressão de estar num jardim, em plena primavera, cercado das mais belas e perfumadas flores. Rosas, de novo!

Glow é uma fragrância floral e fresca, porém bem marcante. Uma inocência deliciosa que atrai fatalmente a atenção. Notas de flor de laranjeira, rosas e jasmim, além da preciosa tuberosa, formando um arranjo floral belíssimo. Além disso, a base contém raiz de íris, baunilha, sândalo, âmbar e musk; tudo muito sutil, a fim de pôr em evidência as flores que desabrocham com todo o esplendor.
O perfume foi criado em 2002 (primeiro da marca) e ainda é insuperável se compararmos a outras fragrâncias de Jennifer Lopez.
O nome "glow" traduz bastante a personalidade do perfume. É realmente luminoso, claro e limpo, lembrando um banho de flores no início da manhã.

Polo Sport

Eis mais um sucesso de vendas no mundo todo, principalmente logo após seu lançamento. Polo Sport é de 1994 e, com muito requinte, surge como uma opção mais leve, mais fresca e esportiva. Pertence à família dos aromáticos, somando a consagrada lavanda à notas frescas e marcantes de artemísia, menta, gengibre. O corpo conta com o gerânio, comum em perfumes da família "fougère", e com outras notas florais.
A base do perfume, ao meu ver, é o seu maior charme: notas de sândalo e cedro acompanhadas de âmbar e almíscar, conferindo ao perfume certa personalidade e sofisticação. As notas de cabeça, cítricas e aromáticas, somadas às madeiras e ao almíscar são a alma desse perfume. Polo Sport ainda conta com notas de aldeídos, o que dá um toque clássico e arrojado à fragrância.
Prático, cotidiano, mas não comum. Não para qualquer homem.
Uma boa opção para o verão que já está chegando por aí.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...