domingo, 29 de julho de 2012

Laguna

Com este perfume, inauguramos o marcador Salvador Dali. Talvez a escolha se deva ao fato de Laguna ser o mais representativo da marca. 

Salvador Dali é um conhecido pintor surrealista e assina a criação de alguns perfumes, inspirados em sua esposa, Gala, também amante dos perfumes, e o desenho dos frascos da linha. No caso de Laguna, o criador da fragrância é Mark Buxton, mas o frasco foi inspirado na obra de Dali "A Aparição da Face de Afrodite", que apresenta uma face com nariz e boca em destaque. Tais traços já se tornaram "marca registrada" e ocorrem em muitas fragrâncias da grife.
Mas vamos ao perfume: Laguna é um floral frutal leve, contendo grapefruit, damasco e pêssego abraçados pelo calor das notas de baunilha e da fava-tonka. Lembra-nos um arranjado luminoso de frutas e flores exóticas. Remete-nos ao glamour e à exaltação do champanhe, de algum drink adocicado, quente e tônico. O coração da fragrância conta com o jasmim, a rosa e o lírio do vale e, na base, somados à baunilha e à tonka, cedro e patchouli. Um floral frutal quente que, como dizem alguns descritores, lembram os ventos cálidos do mar. Perfeito para o clima tropical.


2 comentários :

Participe deste blog. Vamos trocar experiências olfativas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...