segunda-feira, 30 de julho de 2012

5th Avenue

Essa luxuosa fragrância foi criada em 1996, por Ann Gottilieb. Desde então, tem figurado entre as preferências de quem opta por perfumes modernos de contornos clássicos, tradicionais.

Trata-se de um floral sofisticado e não muito invasivo. Diria até discreto, adequando-se ao calor da pele com naturalidade e realçando a feminilidade com sutileza e de forma bem contemporânea.
5th Avenue é uma avenida movimentada e famosíssima de Manhattan, em meio aos arranha-céus, conhecida pelo luxo e glamour que evocam suas inúmeras lojas de grifes reconhecidas mundialmente. 
Para homenagear a avenida mais famosa do mundo, até a embalagem do perfume lembra-nos os inúmeros edifícios altíssimos da famosa avenida.
A fragrância não deixa a desejar se o assunto é modernidade, urbanismo, revelando pessoas com senso de praticidade e estilo. Mistura o luxo e a casualidade.
As notas florais são claras e se distribuem por toda a estrutura da fragrância: lilás, violetas, rosas, ylang-ylang, jasmim, tuberosa, lírio-do-vale e íris. Há também notas frutais de tangerina e bergamota na saída e de pêssego no coração da fragrância. Tudo muito bem arranjado e balanceado. 
O que marca são as delicadas notas florais de lilás (flores muito fragrantes e muito comuns na Europa) e rosas envolvidas pelas notas vagamente saborosas do pêssego e pelo leve frescor dos citrus. Ao fundo, também com sutileza, o âmbar, a baunilha, o sândalo e o musk, arrematando a composição e fazendo perdurar o efeito levemente cálido e sofisticado na pele. 

17 comentários :

  1. Überchic, não faltarão elogios para quem usar essa fragrância atemporal, bem comportada e que ao mesmo tempo não é enfadonha ou insulsa.

    ResponderExcluir
  2. Não deve faltar para o caso de faltarem opções, não é mesmo, Yvan?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, love, love, love Rufus Wainright...

      Excluir
    2. Que bom que gosta! Fico feliz! A propósito: no outro clipe com a mesma música, fiquei meio inquieto com as imagens do rapaz carregando a letra H consigo... Tem alguma sugestão?
      Rufus é inglês, certo? E aquele H?

      Excluir
    3. Rufus é americano, mas cresceu no Canadá. Ele é "openly gay" segundo as manchetes e declarações próprias. Aquele video é com a música dele, mas não é dele. Sei lá, aquele "H" e o clichê do marinheiro, como no filme "Querelle" pode estar tentando fazer uma alusão a "homossexuality"... Será?

      Excluir
    4. Bem, aí vai uma "morna" (é esse gênero musical de Cabo Verde)que amo, com a diva Cesária Évora. É um pouco melancólica, mas combina com esses dias de inverno que vêm às vezes nessa nossa terra de sol eterno.
      http://www.youtube.com/watch?v=zsH4qe_Dwjc

      Excluir
    5. Pois é, Yvan! Pensei nisso, mas fiquei com medo de estar sendo "tendencioso", sei lá... Que bom que compartilhamos essa impressão!
      Abraços!

      Excluir
  3. Cris,
    Você já comprou na perfumeemporium.com? É seguro? Estou esperando meu post sobre "Elle"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Yvan! Não conheço os serviços da loja citada. Já tentou comprar em lojas internacionais? Apesar da demora na entrega, os preços acabam valendo a pena.

      Excluir
    2. Já comprei na strawberry muitas vezes...

      Excluir
  4. Essa aqui é muito clássica, mas é uma das mais belas melodias da história da música:
    http://www.youtube.com/watch?v=JBSnPMORpTQ
    Talvez seja inadequada para o blog, então guarde pra você.
    Varen é primavera em norueguês e daqui a pouco ela chega...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, querido Yvan! Abração! Linda a canção! Dá uma coisa dentro da gente... Eu a ouvi agora, pela manhã, com um dia lindo e um vento meio frio de inverno... sob o sol.
      Que coisa! Lembrei-me daquela cena em Filadelfia, com Tom Hanks.

      Excluir
  5. Amigo Yvan... Você gosta de Chanel 19? Conheceu a versão poudre?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma amiga minha usava Chanel 19, lembro que era seco com um vétiver bem marcante. Muitos comentários dizem que o "Silences" de Jacomo é parecido, floral verde. A versão poudré não conheço, deve ser muito interessante.

      Excluir
  6. Pois é, amigo! Usei dois frascos da versão toillete e estou interessando na versão poudre. O cheiro "antigo" e luxuoso de chanel 19 agora enevoado, talcado... Deve ser realmente bom. Acho que vou arriscar!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Cris, falando em Elizabeth Arden estou recentemente muito interessada no TRUE LOVE, pois li muitas coisas a respeito uns dizem ser maravilhoso outros dizem ser tenebroso. Você conhece essa fragrância o que pode dizer dele?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço e adoro!
      True Love tem aquela pegada dos buquês florais dos anos 80, assim como Paris e Eternity, porém com certa luminosidade e frescor.
      Um luxo de perfume romântico, de aura rosa.

      Excluir

Participe deste blog. Vamos trocar experiências olfativas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...