quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Minotaure

Como os consagrados Polo e Azzaro, Minotaure também marcou época e a memória olfativa de muitos. Um perfume masculino, porém com nuances adocicadas, provenientes da baunilha, principalmente. Além disso, Minotaure conta com uma dose de aldeído, o que realça as notas de frutas e flores, dando ao perfume um caráter clássico e parisiense. A saída é aromática e resinosa, com sementes de coentro, bergamota e gálbano. O corpo é delicado, com jasmim, rosas, lírio e gerânio. A base é quente, doce e muito sensual e traz notas de âmbar, musk e sândalo. Assim como os masculinos Joop e Le Male, Minotaure não faz a linha Macho Alfa. A ideia da fragrância é representar o homem moderno, que transita livremente por todos os espaços e faz da liberdade a sua graça e virilidade.

Atualmente, Minotaure já não é mais tão badalado como na década de 90, entretanto tem seus súditos e promete ser eterno, apesar da intervalada escassez no mercado. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Participe deste blog. Vamos trocar experiências olfativas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...