terça-feira, 10 de janeiro de 2012

After Day

Estive pensando no poder do perfume. Mais especificamente, numa situação que muitos já devem ter experimentado: o cheiro secreto do dia seguinte (ou das horas seguintes...). Como um perfume, misturado ao odor de alguém, que fica em nossa pele, pode ser tão invasivo, tão inebriante, tão avassalador? As notas de fundo de uma fragrância podem levar horas (e até dias) para se dissipar totalmente. E o cheiro secreto de uma noite de carícias e delícias também. Quando esses cheiros se unem, criam-se ondas de pensamento intervaladas pela difusão do aroma que está em nossa pele. Então as lembranças nos transportam ou nos incomodam a ponto de não sabermos o que sentimos. E o perfume tem papel fundamental nesse processo. 
Às vezes crueza e pele, às vezes com o cheiro de cerveja, de vinho, de qualquer outra bebida... Às vezes o cigarro... E engraçado que, por mais que tentemos evitar, o cheiro persiste e invade e incomoda e desconserta... Coisa estranha, mágica!
É o perfume, mais uma vez, provando seu poder e sua soberania na arte de seduzir e de eternizar momentos!

Um comentário :

  1. Delicioso cheiro de perfume nas roupas... usadas... suadas... hmmm...

    ResponderExcluir

Participe deste blog. Vamos trocar experiências olfativas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...