terça-feira, 19 de abril de 2011

Grés

Germaine Émilie Krebs (1903-1993), mais conhecida como Madame Grés lançou-se no mundo da moda em Paris, por volta de 1942. Era uma escultora e aplicou toda a sua técnica na criação de belos vestidos que encantaram figuras como Jackeline Kennedy, Greta Garbo, a Duquesa de Windsor, entre outras. O nome GRÉS vem do anagrama com o primeiro nome do marido, Serge Kzerefkov, pintor Russo. Oteve os mais aclamados elogios da crítica, mas vendeu seu negócio em 1980. A marca permanece e, além do reconhecimento mundial no ramo da moda, Grés também assina grandes perfumes, como Cabochard, Cabotine e Folie Dolce. Dizem alguns críticos que Madame Grés é uma das últimas verdadeiras aparições no mundo da alta costura.
Grés é um dos mitos de elegância, "...sempre vestida com um turbante de seda e uma tesoura pendurada no pescoço, odiava aparecer em público, e por isso não existem muitas fotos da mesma, mas sim de suas criações. Estas sim ela queria ver brilhar, impressionar e fazer todo o mundo conhecer".


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...