quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Le Male: inscrito na história.

O homem. Essa é a tradução do nome deste clássico de Jean Paul Gaultier. Mas um homem diferente. Le Male é uma fragrância que merece lugar entre os perfumes que marcaram época e mais que isso: marcaram a história da perfumaria. É um perfume que revê conceitos, de transição. Até sua criação, em 1995, os perfumes masculinos não ousavam tanto com notas doces, como as de baunilha, por exemplo. É uma fragrância fougère, assim como a maioria dos perfumes masculinos. Isso quer dizer que são baseados na tradição da lavanda e das madeiras. Entretanto Le Male se insinua... Tem sugestões femininas, criando uma imagem de um homem sem estigmas e sem preconceitos. Um homem moderno, sem abrir mão daquilo que o tradicional tem de melhor. As notas de saída são de menta, artemísia, bergamota e cardamomo. O corpo é de lavanda, canela e cominho. Ao fundo os odores adocicados e madeirados da fava-tonka, do sândalo e da baunilha, acrescido do calor aveludado do âmbar. Le Male é um perfume ímpar: a virilidade e a gentileza se fundem num odor fresco, amadeirado e doce. Evoca noites urbanas, sorrisos abertos, estilos ousados de um homem que marca seu caminho despretenciosamente (e paradoxalmente).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...