sábado, 24 de setembro de 2011

Quasar


A pulsação das estrelas. Um clássico da marca. Quasar é revigorante, fresco, energizante... Criado em 1990, tornou-se um hit rapidamente, figurando, junto a Stylleto e o feminino Thaty, como carro-chefe da marca. As notas de saída são cítricas: mandarina, bergamota e limão. O corpo é floral e aromático: lavanda, sálvia, gálbano e estragão. A base contém cedro, sândalo, patchouli, musgo de carvalho e musk. Uma fragrância de atmosfera jovem e estimulante. Pode ser usado a qualquer hora, mas é perfeito para o dia, principalmente no verão. Quasar representa uma direção olfativa posta em evidência na década de 90 com diversas releituras, a partir de Cool Water, em 1988. Recentemente, O Boticário apresentou as versões Quasar Fire e Quasar Ônix, com um apelo mais amadeirado e oriental. Nada que pudesse surpreender.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Charisma

Convenhamos: muita coisa que se ouve falar dessa fragrância são ecos de outros discursos preconceituosos. Muitos nem sequer experimentaram o perfume. Outros, até gostam, mas têm vergonha de assumir. Por quê? Será devido à marca que, durante muito tempo, esteve relacionada a perfumes baratos? A Avon é reconhecida em todo o mundo e tem fragrâncias respeitáveis. Recentemente lançou Aromadisiac, um perfume estupendo, instigante e com características únicas. Pois bem: vamos falar de Charisma. Um perfume da família floral aldeídico, muito romântico e encantador. Tem notas de jasmim, rosas, tuberosa, ilangue-ilangue e lírio-do-vale. As rosas sobressaem, potencializadas pelos aldeídos. O fundo é ambarado e contém sândalo e cedro. Charisma é uma fragrância floral-verde com notas envelhecidas e ambaradas. Algo entre First e Cabochard. Deixa na pele um cheiro de outras épocas, da inocente ousadia de décadas anteriores. Lançado em 1973, apresentava-se em frasco cilíndrico, de cor vermelha opaca, com um anel dourado na parte superior. Já surgiu em diversas embalagens. Hoje, faz parte da coleção Cristal, os famosos vidros transparentes com relevo. Vale a pena relembrar...

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Escada Taj Sunset

Uma explosão frutal e muito tropical abre esta fragrância de edição limitada. Fazendo alusão à magia indiana, não é um perfume incensado ou profundamente amadeirado como imaginei. O que temos é uma fragrância jovem, relativamente semelhante a muitas criações contendo notas gulosas e adolescentes. A manga destaca-se claramente, acompanhada de laranja vermelha e nectarina. O coração é de frutas roxas e vermelhas somadas à flor de lótus e lírios d'água. Na base estão o almíscar, o sândalo e o coco. Este último, acompanhado do almíscar, dá calor e cremosidade à fragrância. A embalagem tem flores de lótus como decoração e a caixa é de um colorido intenso e bem alegre.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Flower by Kenzo

A marca Kenzo tem nas flores sua grande inspiração. Perfumes que são bem mais que agradáveis odores. Fragrâncias resultantes de combinações que revelam a verdadeira arte da perfumaria. flower by Kenzo é um exemplo primoroso. Tornou-se um dos mais vendidos na primeira década dos anos 2000. Um perfume floral com forte apelo cálido e oriental. Com um efeito floral talcado, Flower by Kenzo é como um elixir inspirado nas violetas, nas rosas búlgaras, na baunilha, no almíscar branco e em madeiras. Uma composição quase sufocante, de fundo doce profundo. É como se as flores mais fragrantes se tornassem pó e este fosse envolvido por notas deliciosas de baunilha e madeiras. A fragrância conta ainda com cassis e jasmim. Flower é um aroma moderno, urbano, sedutor e ousado. Bem mais voluptuoso que romântico. Um perfume com a cara dos novos tempos, com nova proposta olfativa e pouco convencional. Perfeito para as mulheres que apreciam aromas doces e quentes. A imagem de uma papoula no frasco revela o caráter envolvente e sedutor do perfume, assim como o "opium" que deriva dessa flor. Os frascos, em três tamanhos, apresentam a mesma flor, porém em três diferentes estágios de evolução: o botão, no frasco de 30ml; a flor a caminho de desabrochar no frasco de 50ml e a plenitude no frasco de 100ml. Ideia muito original.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Zimbro


Esta essência vem do junípero, arbusto da família dos pinheiros, nativo do norte da Europa, de regiões bem frias. Produz frutos em bagas, contendo sementes de alto poder aromático, quando maduras, de cor quase preta. É usado para dar sabor ao Gim (genievre, expressão francesa para a fruta do junípero). Também serve como especiaria, conferindo temperos a carnes e outros diversos pratos. A madeira é usada para fazer lápis. A essência extraída dos frutos tem o odor amadeirado do pinho, com acento doce de resina. Quando secos os frutos, o odor torna-se adocicado e envelhecido. Participa da composição de inúmeros perfumes masculinos, figurando nas nota de cabeça ou coração, principalmente, reforçando o arranque aromático. Entre eles, Polo de Ralph Lauren, Kenzo pour Home e Tsar de Van Cleef & Arpels.
Para os amantes do cheiro verde e energizante do pinho, experimente Pino Silvestre, que, além de conter zimbro, tem também o odor montanhoso do cedro e dos pinos, aquela linda árvore que também cresce no Brasil e produz lindos frutos secos para decoração de Natal.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...