quinta-feira, 3 de março de 2011

Perfumes e joias...

Logicamente uma combinação perfeita. Mas você já pensou no perfume ideal para compor o visual opulento e ostendador que as joias podem conferir? Não me refiro, aqui, a singelos brinquinhos que reluzem timidamente na orelha das mais discretas. Falo de peças originais e reluzentes que expressam o luxo e o bom gosto das verdadeiras damas (claro que tudo é uma questão de gosto). Pois bem: ao usar uma bela joia, deve-se pensar em um perfume com história, relacionado a grandes estilistas que, muitas vezes, criaram ou encomendaram certa fragrância inspirados nesse visual, nessa composição tão luxuosa (mulher e joias). Há grifes como Boucheron e Van Cleef & Arpels que têm seu nome relacionado intimamente à fabricação de peças valiosas e muito desejadas no mundo todo. Essas mesmas marcas são reconhecidas no mundo da perfumaria. Fragrâncias criadas com base na ideia de mulher que a empresa projeta e divulga. A grife Boucheron, por exemplo, tem até alguns frascos inspirados em seus luxuosos anéis. Creio que para essas mulheres, as fragrâncias têm de ser sóbrias, funcionando como um suporte para tanto luxo. Sóbrias, mas muito femininas. Os florais aldeídos e os clássicos orientais são excelentes para essas situações: First, por exemplo, de Van Cleef e Arpels é uma indicação interessante: perfume de classe, sóbrio e ternamente feminino. Temos também Jaipur Saphir Boucheron, um oriental baunilha que nos remete ao luxo do oriente. Para aquelas que desejam ousar um pouco mais, Trouble by Boucheron: uma fragrância glamourosa e instigante. Bem... É isso!

3 comentários :

  1. Deliciosamente decadente, First van Cleef é uma fragrância única: "...because every woman wants to be the first"... era o slogan da publicidade.O Miss Arpels também da maison Van Cleef, designado para a mulher jovem é extremamente "classy". São como diamantes da Antuérpia...

    ResponderExcluir
  2. Então o calcanhar de Aquiles da griffe chama-se Feerie.
    Com um frasco que pretende chamar a atenção por ostentar uma fadinha na tampa ( que pra mim mais parece uma libélula ressequida), o perfume em si prega uma peça nos desavisados.
    Trata-se de um picolé de chuchu.

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkk... Que ótimo, Sarah! Essa é nova!

    ResponderExcluir

Participe deste blog. Vamos trocar experiências olfativas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...