segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

O Canto de Dona Sinhá

O Canto de Dona Sinhá (Toda Beleza Que Há)
Vanessa da Mata

A manhã chega, chega, chega
Por onde anda você?
Foi pra bem longe
Pra nunca mais me ver
Mas onde anda
Onde anda você?
Olho a estrada e às vezes
A manhã me vê chegar
Vive a me buscar
Todos os dias
Mas sei por onde anda
Vive a me buscar
Nos lírios, cachoeiras
Nas correntezas do Garça
No verde da aroeira
No canto de Dona Sinhá
Mas sei por onde anda
Vive a me buscar
No ipê-amarelo da serra
Em tudo você está
Na flor de laranjeira
Em toda beleza que há

Organza

Trata-se de um maravilhoso perfume, criado sob as influências da alta costura by Givenchy. Uma viagem pelo luxo das noites de gala, embelezada pela nobreza dos vestidos, inspirados nos mais finos tecidos. É uma fragrância floral, com toques orientais, que exala feminilidade. Contendo flores como íris, peônia, jasmim e a delicada e rara tuberosa sobre um fundo de madeiras e baunilha, Organza mistura feminilidade, opulência e volúpia. Representa uma mulher que passeia naturalmente entre a sedução e o bom gosto. Contrida nos gestos, dispensa muitas palavras. O frasco faz referência a um modelo feminino, destacando a silhueta do corpo e o caimento do vestido. Mais feminino, impossível.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Aldeídos

A essa família olfativa pertencem os perfumes contendo aditivos químicos que realçam os odores florais, principalmente. Esses ingredientes conferem ao perfume um cheiro clássico e muito intenso. O famoso Chanel 05 foi o primeiro perfume a conter tais acordes. Reforçam o luxo, a elegância e a feminilidade, destacando a mulher com requinte e sobriedade. São perfumes que combinam perfeitamente com mulheres deliciosamente amadurecidas, que herdaram a sofisticação e a soberania da experiência. Os aldeídos também podem atribuir ao perfume um efeito envelhecido, tradicionalmente francês. Entre os mais badalados estão Calandre by Paco Rabanne, First by Van Cleef &Arpels, Rive Gauche by Yves Saint Laurent e Dolce & Gabbana.

Tarot

Perfume de personalidade, criado na década de 90. Tornou-se um sucesso na época e ainda hoje tem seus seguidores. Com saídas bastante cítricas e aromáticas, torna-se bem refrescante, porém marcante, principalmente devido ao cedro e ao patchouli, que dão o toque rústico e amadeirado. Conta também com notas de pimenta preta, o que lhe confere certo "ardor", revelando sua face misteriosa.
Tarot nos remete, fatalmente, a décadas anteriores e tem um efeito "envelhecido" maravilhoso.
Infelizmente não é uma fragrância sempre à mão. A empresa Natura, no momento, por exemplo, descontinuou sua venda. Entretanto, diferentemente de outras empresas nacionais do ramo, sempre traz de volta as fragrâncias fora de linha, com exceção de algumas delas, atendendo aos clientes mais fiéis.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Cool Water

Um perfume intenso, fresco, muito masculino e especialmente indicado para épocas mais quentes do ano. Cool Water foi criado por Pierre Bourdon em 1988. Desde essa época, marcou a memória olfativa do mundo todo, dando origem a uma infinidade de similares, entre eles, o nacional e premiado Quasar de O Boticário. Fragrância fougère fresca, combinando menta, lavanda e alecrim nas notas de saída, o que lhe confere um maravilhoso vigor. As notas de coração trazem flores como jasmim, neroli e folhas de gerânio. O fundo é amadeirado e ainda conta com notas de tabaco (característico da marca). Para aqueles que prezam a liberdade e o dinamismo. Mais um clássico da perfumaria masculina.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Manjericão

Utilizado como condimento, tem lugar garantido nas mesas italianas. Combina perfeitamente com molhos vermelhos e também é utilizado para fins medicinais. Apresenta-se em mais de 60 variedades, com diferentes formatos de folhas, cor e concentração do aroma. O manjericão, na perfumaria, é conhecido pela denominação basil, forma como é tratado em outras línguas, como no inglês, provavalmente uma derivação de seu nome científico (ocimum basilicum). Assim como o alecrim, participa de composições masculinas (geralmente presente nas notas de saída), acompanhando a lavanda e/ou as nuances cítricas, e tem forte potencial aromático. Grandes criações como Armani pour Home, Eau Sauvage by Dior e Azzaro pour Home são exemplos contendo esse ingrediente picante e adocicado.

Dimitri

Mais uma criação brasileira consagrada. Dimitri (O Boticário) está entre os perfumes mais sofisticados e originais da marca. Dimitri é um fougère fresco que se abre em notas de damasco e mandarine, fundidas à expressão fresca da lavanda e do gerânio. aos poucos revela suas madeiras: sândalo, cedro e musgo de carvalho. A grande sacada de Dimitri é que suas notas de coração, ou seja, os odores florais frescos não cedem lugar às notas amadeiradas, mas dividem espaço com elas, o que cria um efeito viril, delicado e inovador. Uma fragrância sutilmente arrojada que faz bonito em qualquer estação, rompendo as tardes e adentrando as noites. Para completar com perfeição o estilo passeio. Bastante semelhante a Ozoni (Lacqua di Fiori), Dimitri consegue se destacar pela harmonia de sua composição.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Primavera: Vinícius de Moraes

O meu amor sozinho
É assim como um jardim sem flor
Só queria poder ir dizer a ela
Como é triste se sentir saudade

É que eu gosto tanto dela
Que é capaz dela gostar de mim
E acontece que eu estou mais longe dela
Que da estrela a reluzir na tarde

Estrela, eu lhe diria
Desce à terra, o amor existe
E a poesia só espera ver
Nascer a primavera
Para não morrer

Não há amor sozinho
É juntinho que ele fica bom
Eu queria dar-lhe todo o meu carinho
Eu queria ter felicidade

É que o meu amor é tanto
Um encanto que não tem mais fim
E no entanto ele nem sabe que isso existe
É tão triste se sentir saudade

Amor, eu lhe direi
Amor que eu tanto procurei
Ah, quem me dera eu pudesse ser
A tua primavera
E depois morrer

sábado, 19 de fevereiro de 2011

PARIS

Ganhou esse nome em homenagem à cidade mais querida de Yves Saint Laurent. Criado em 1983, é um perfume que marcou a época. Um odor muito romântico e luminoso. Uma explosão de flores em que se destacam a rosa a violeta, desenvolvendo-se para um efeito floral empoado, lembrando talco. Sua base é de sândalo (que abraça os odores florais com muita ternura) e de cedro, além de contar com notas ambaradas para destacar o lado mais acolhedor do perfume. Estas últimas notas, ao meu sentir, podem prejudicar a fragrância, dependendo da pele, pois envelhece um pouco o arranjo floral. Mesmo assim, Paris é uma obra digna de respeito. É um daqueles perfumes com jeito legitimamente francês. Um buquê rosa, complexo e envolvente. É um perfume indicado para o dia e para a noite. No inverno, destaca-se mais e é mais indicado. Com ótima fixação, assim como TODOS os perfumes da marca, é ideal para a mulher que deseja seduzir com seu romantismo, delicadeza e bom gosto.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Loris Azzaro

Loris Azzaro nasceu na Tunísia em 1933 e morreu aos 70 anos em Paris. Conhecido mundialmente no ramo da moda e da perfumaria, vestiu celebridades como Sophia Loren, Nicole Kidman e Kate Winslet. Lançou uma vasta gama de produtos, entre eles o primeiro perfume feminino da marca, em 1975, "Couture". Mas foi com o seu imortal Azzaro pour Home que ficou conhecido e consagrado no mundo dos aromas. O rótulo Azzaro continua a lançar peças originais e perfumes de grande qualidade. Recentemente, a grife tem lançado algumas opções para os devotos de Azzaro pour Home, no caso de desejarem variar de fragrância. Azzaro Silver Black e Azzaro Onix são dois exemplos de fragrâncias mais atuais da marca. Fica evidente que, apesar de também produzirem perfumes femininos de qualidade, o ponto forte, o carro-chefe da marca, pelo menos no mundo das fragrâncias, são os perfumes masculinos.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Breu Branco

É uma resina que brota do cerne de uma espécie de árvore da Floresta Amazônica. É esbranquiçado, inicialmente, mas as poucos torna-se uma massa endurecida e cinzenta. Tem um odor bem natural e fresco. Muito usado pelos nativos em rituais religiosos, recentemente passou a fazer parte da grande variedade de matérias-primas da perfumaria. A Natura, uma empresa brasileira que tem investido muito na exploração de recursos ofericidos pela floresta, criou o primeiro perfume no mundo a conter esse ingrediente: Perfume do Brasil, da linha Natura Ekos. Uma fragrância intensa,
baseada nas notas de breu branco e cumaru. Bastante genuína e com o odor da natureza em sua forma mais rústica. Uma boa opção para quem curte uma vida bem alternativa, apegada às coisas naturais. Há também a versão água de banho: mais leve e bem mais em conta, já que a versão perfume custa, hoje, mais de 150 reais (frasco de 30 ml). O interessante é que a apresentação do frasco propõe uma forma bem tradicional de se perfumar: sem vaporizador, usa-se o aplicador presente na própria tampa.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Aguardem:

Em breve, no blog, um belíssimo vídeo sobre a arte do perfume by Dior!

Horizon by Guy Laroche

Pena ser mais uma raridade. Tive bons momentos com esse perfume. 
Horizon é uma composição verde aromática intensa e muito revigorante. Masculino e muito refrescante, sem deixar de lado seu poder sedutor que insinua um homem de bom gosto, de bem com a vida e muito iluminado. As notas de cabeça são alavandadas e herbais. O coração é de gerânio, agulhas de pinho e rosas.. O fundo, muito persistente, combina cedro, sândalo, almíscar e âmbar. Todos os elementos contribuem para criar uma atmosfera ligada ao clima montanhoso e frio. Horizon abre-se muito fresco e nos envolve, aos poucos, com seu leve calor. Trata-se de um daqueles perfumes masculinos que nos lembram a suavidade e calidez de um gostoso cheiro de sabonete após um banho revigorante. 
Ainda pode ser encontrado, porém com certa dificuldade.
Criado em 1993, por Alain Astore.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Sândalo

Eis um importante componente de perfumes masculinos e femininos. Geralmente aparece nas notas de fundo e ajuda na fixação do perfume. O sândalo é um aroma doce e amadeirado, por isso muito comum também em fragrâncias femininas. É um odor leve e muito utilizado em rituais em forma de incenso. O óleo essencial é retirado das raízes, folhas e cerne e tem alto valor comercial.
"Na Índia, o sândalo é uma árvore sagrada, e o governo a tem declarado como propriedade nacional para preservá-la da depredação ao qual tem sido exposta. Só é permitido o seu corte quando o exemplar possuir mais de trinta anos, momento em que naturalmente começa a morrer. Um tronco do sândalo demora 25 anos para adquirir uma espessura de 6 cm." WP

H de Chlorophylla

Cítrico. Amadeirado. Aromático. Um perfume cheio de estilo e diferente. Não há algo que se assemelhe a H. É uma fragrância deliciosa, refrescante e muito prática. Combina com todos os momentos, mas perfeita para o verão. Frutas cítricas, cravo e madeiras, como cedro, são a alma dessa fragrância, que tem apelo tônico, herbal e quase mentolado. Acho Chlorophylla uma das mais originais empresas de fragrâncias do Brasil. São perfumes criativos. Apesar de Old West ter notas muito próximas a Polo, Georgia ser uma inspiração de Anais Anais, a maioria de suas composições são exclusivas, sem par. Parabéns, Chlorophylla.

Polo: Perfume de Homem

Para começar não é um perfume cítrico amadeirado, como muitos o classificam. Polo é uma fragrância amadeirada chipre. Suas saídas são herbais, de pinho, eucalipto e lavanda. O coração é mais picante, contendo pimenta envolta em nuances aromáticas do cravo e da artemísia. O fundo é de cedro, vetiver, patchouli, musgo, couro e tabaco, causando um efeito verde queimado, balsâmico e denso. Define-se como um perfume muito viril e elegante. Seu nome faz referência a um esporte que requer mais destreza, habilidade do que força, propriamente. É um esporte seletivo e refinado. Assim como o perfume. Não é pra qualquer um, apesar de ser muito comum entre os homens. Polo é mais um dos perfumes masculinos que marcaram época e a memória olfativa do mundo inteiro. Hoje há dezenas de "inspirações" bastante aproximadas do original e com preços bem acessíveis. Conheço pessoas que o amam e outras que o detestam, assim como acontece com o consagrado Kouros by Yves Saint Laurent. Combina com esporte fino, charutos, bebidas envelhecidas e refinadas. Ideal para épocas mais frias devido ao seu apelo quente produzido pelo couro e pelo tabaco.

Drakkar Noir

Um perfume eterno, atemporal e muito marcante. Da família fougère aromático, tem saídas frescas e herbais, como artemísia, alecrim, manjericão, além do limão e da bergamota. Aos poucos, revela-nos sua alma sofisticada e viril, com notas mais cálidas de coentro e canela, além dos tons florais e das notas de zimbro, que lhe conferem um certo ar das montanhas.  Mas o que mais se revela em Drakkar Noir são as notas de base: cedro e musgo envoltos em almíscar e sândalo, criando, ao lado do couro e do musgo de carvalho, um efeito denso, escuro e cálido, denotando uma robustez acalmada pelo bálsamo das resinas e do abeto, o que sugere algo sutilmente defumado.
É realmente um perfume masculino, revelando força, determinação e sofisticação. Combina com couro, roupas mais pesadas e dias frios, embora seja bastante versátil. É um dos perfumes mais imitados do mundo e sua sugestão olfativa já é uma constante em muitas criações masculinas, inclusive nacionais. Um bom exemplo é Styletto de O Boticário. Independente disso, Drakkar Noir tem refinamentos ainda não alcançados pelas empresas menos criativas. É um clássico para homens e será sempre atual.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Limão

Trazido da Pérsia pelos conquistadores árabes, disseminou-se na Europa. Há relatos de limoeiros cultivados em Génova em meados do século XV bem como referências à sua existência nos Açores em 1494.
Séculos mais tarde, em 1742, os limões foram utilizados pela marinha britânica para combater o escorbuto, mas apenas em 1928 se obteve a ciência sobre a substância que combatia tal doença, batizado ácido ascórbico ou vitamina C, na qual o limão proporciona em grande quantidade: o sumo do limão contém aproximadamente 500 miligramas de vitamina C e 50 gramas de ácido cítrico por litro. Atualmente é uma das frutas mais conhecidas e utilizadas no mundo.
Popularizou-se no Brasil durante a chamada Gripe Espanhola (epidemia gripal de 1918), quando atingiu preços elevados, chegando a ser comprada por de dez a vinte mil réis cada unidade.
As suas aplicações na vida doméstica são inúmeras. Com o suco da fruta, preparam-se refrigerantes, sorvetes, molhos e aperitivos, bem como remédios, xaropes e produtos de limpeza. Da casca, retira-se uma essência aromática usada em perfumaria e no preparo de licores e sabões.

O limão possui uma substância própria denominada limoneno capaz de combater os radicais livres. É, fundamentalmente, um remédio tónico que ajuda a manter a boa saúde. WP
Na perfumaria, o limão siciliano é o mais utilizado e está presente, principalmente, em criações masculinas. Originário de Índia ou da Malásia, é uma variaedade muito aromática e sua casca é que fornece óleo essencial destinado à produção de essência. O limão participa de fragrâncias de diferentes famílias olfativas e está presente nas notas de saída, bem frecas, acompanhando a bergamota, a laranja, o eucalipto e outras folhas e frutos frescos. Algumas composições têm o limão como um dos astros, tornando-se unissex e especiais para o dia. Assim se define o eterno Ô de Lancôme e o nacional Free de O Boticário.

por Heriks Barcellos










Tão inspirador quanto um bom perfume!

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Le Male: inscrito na história.

O homem. Essa é a tradução do nome deste clássico de Jean Paul Gaultier. Mas um homem diferente. Le Male é uma fragrância que merece lugar entre os perfumes que marcaram época e mais que isso: marcaram a história da perfumaria. É um perfume que revê conceitos, de transição. Até sua criação, em 1995, os perfumes masculinos não ousavam tanto com notas doces, como as de baunilha, por exemplo. É uma fragrância fougère, assim como a maioria dos perfumes masculinos. Isso quer dizer que são baseados na tradição da lavanda e das madeiras. Entretanto Le Male se insinua... Tem sugestões femininas, criando uma imagem de um homem sem estigmas e sem preconceitos. Um homem moderno, sem abrir mão daquilo que o tradicional tem de melhor. As notas de saída são de menta, artemísia, bergamota e cardamomo. O corpo é de lavanda, canela e cominho. Ao fundo os odores adocicados e madeirados da fava-tonka, do sândalo e da baunilha, acrescido do calor aveludado do âmbar. Le Male é um perfume ímpar: a virilidade e a gentileza se fundem num odor fresco, amadeirado e doce. Evoca noites urbanas, sorrisos abertos, estilos ousados de um homem que marca seu caminho despretenciosamente (e paradoxalmente).

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Maracujá Silvestre ou Maracujá Doce

Realmente já tentei fazer essa descrição três vezes e desisti. Isso porque se trata de impressões muito pessoais e nem sempre é tão fácil expressar momentos e aromas tão sutis. Acho que fui presenteado com um olfato aguçado e com uma sensibilidade que registra tudo e me transporta com uma rapidez e com uma força tamanha. Hoje vou falar de um aroma ímpar: o cheiro do maracujá silvestre. Seus frutos amadurecem na primavera e ajudam a recender os bosques com um perfume delicioso. Um cheiro floral extremamente suave, levemente cítrico e muito persistente. Quando tenho a oportunidade de encontrar uma dessas delícias de cor amarelo-alaranjadas nas redondezas verdes de minha casa, colho-o para sentir seu perfume. O sabor é delicioso, mas nada que se compare ao seu cheiro. Fico imaginando um perfume inspirado nesse aroma. A primavera escaparia de seu frasco e invadiria sua casa, seu corpo. Um perfume romântico e natural, deliciosamente floral, com um toque adocicado e cremoso... Um presente da natureza!

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Giorgio Armani

Nascido na Emília-Romanha, norte da Itália (ao sul de Milão), Giorgio Armani estabeleceu um novo padrão na moda feminina. Insipirou sua linha feminina em trajes comumente masculinos, no entanto, desenvolvendo acabamentos, tecidos e corte que privilegiavam as formas femininas. Freqüentou a faculdade de medicina por dois anos. Após completar suas obrigações militares, em 1957, trabalhou em uma loja de departamentos chamada La Rinascente, como um decorador de vitrines, iniciando-se, então, no mundo da moda. História no mundo da moda De 1961 a 1970, estabeleceu uma união com Nino Cerruti construindo a sua carreira como designer (estilista). Encorajado pelo seu amigo, Sergio Galeotti, lançou em 1974, sua primeira coleção masculina, levando o seu nome. Gradativamente começou a adaptar as suas criações para a linha feminina, lançando a sua primeira coleção, em 1975, em parceria com Galeotti. A modelo oficial da Giorgio Armani é a atriz e cantora Michelle Pfeiffer, inclusive o estilista esta com um desfile especial desde 2007 com o tema de Super-Heróis e a principal personagem é a vilã de Batman em 1992 a Mulher-Gato interpretada pela atriz. Como é de se imaginar assim como no filme, a Mulher-Gato da Armani rouba a cena nas passarelas. Polêmicas É conhecido por ser um viciado em trabalho e várias vezes arrogante ou rude em situações delicadas. Suas desavenças com outros diversos estilistas italianos, (por exemplo, Gianni Versace), são bastante conhecidas. (WP) No mundo dos perfumes, Armani tem criações respeitadas. O mais importante é o clássico Armani pour Home, fragrância atemporal e muito refinada. Há também o tônico Acqua di Gió e o especiado Attitude. Entre os femininos, damos destaque a Gió, fragrância contendo flores brancas, inspirada na mulher urbana e vibrante e o cálido Indole d'Armani.

Chanel nº 5

Tarefa mais que difícil descrever esse ícone da perfumaria mundial. Chanel 05 é, sem dúvida, o mais famoso perfume de todos os tempos. Símbolo do luxo e da sedução, foi criado em 1921 a pedido da estilista Coco Chanel. Dentre as fragrâncias que provou, madame Chanel escolheu a de número 5, daí o nome do perfume. Foi imortalizado em 1951 por Marilyn Monroe quando declarou que usava para dormir duas gotas da fragrância e o corpo nu. Tornou-se o carro-chefe da grife e mantém súditos por todo o mundo. Tradicional, ainda mantém inalterados o frasco e a fragrância. E que fragrância: com notas intensas de flores e madeiras. Cria uma atmosfera única e muito feminina. As nunces florais de Chanel 05 são reforçadas por aldeídos que dão ao perfume o tom legitimamente francês. Contém Ylang-Ylang, Rosa e Jasmim, três flores extremamente femininas que criam um buquê único, envolto em tons amadeirados de sândalo, vetiver de Bourbon e pau-rosa, este último é uma importante contribuição brasileira. A evolução na pele varia muito de mulher para mulher, mas pode-se afirmar que, desde as primeiras impressões, pode-se perceber a bomba floral borbulhante que se espraia lentamente e não esmorece; apenas vai se adequando à insistência dos tons mais amadeirados que, aos poucos, emergem desse maravilhoso jardim, dando origem a um odor talcado, sedoso e impossível de imitar. Chanel 05 não é para qualquer mulher: tem de haver uma altivez no estilo e uma feminilidade latente, em cada gesto, em cada palavra. É o perfume da mulher fina, sofisticada e sedutora por excelência.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Eros de O Boticário

Mais um finado! Eros é mais uma das fragrâncias fora de linha que continua provocando saudades. Um perfume cítrico amadeirado, com acordes florais, bem requintado e de seguidores fiéis. Um perfume adulto e sóbrio. Exato.
Eros continha notas verdadeiramente cítricas, ao contrário de muitas lavandas mascaradas que temos por aí, e um fundo persistente e muito sofisticado.Os acordes florais "quebravam" a profunda seriedade da fragrância e davam um ar de modernidade, sem diminuir a notável sinceridade e virilidade do perfume.
Uma pena!

J'adore

A grife de perfumes Dior, ao lado de Chanel, é uma das mais valorizadas, tradicionais e glamourosas do mundo. Com exemplares maravilhosos, suas composições têm características únicas e são consideradas criações genuinamente francesas, ou seja, uma marca em que se pensa quando o negócio é um famoso perfume francês. Pois bem: hoje apresento, aqui, o sucesso de público e de vendas: J'adore. Trata-se de um buquê floral com notas frutadas e fundo de sândalo, baunilha e almíscar. Um perfume de extremo bom gosto. J'adore realça a feminilidade como poucos e também põe em evidência a sensualidade. Assim como Coco Mademoiselle, de Chanel, essa fragrância exala glamour, mas não se limita à noite. Combina com qualquer horário do dia, graças ao frescor que exala. Está entre os mais vendidos e badalados. Seu frasco é em formato de ânfora e a tampa lembra um pescoço alongado por jóias, seguindo a ideia dos colares Maassai (primeiro desfile de John Galliano). Outro espetáculo é a garota -imagem de J'adore: nada menos que a atriz Charlize Theron. Linda, loira e perfeita.
E você? Conhece J'adore? Comente!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...