quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Angel

Essa fragrância tem lugar garantido entre os mais importantes e significativos perfumes de toda a história. Angel inaugurou a tendência gourmand na perfumaria, isto é, a criação de fragrâncias inspiradas em guloseimas, como o chocolate e a baunilha. Foi criado em 1992, inspirado nas memórias de infância de Thierry Mugler. Contém bergamota, amora, mel, baunilha, caramelo e chocolate. Um perfume que mais parece uma sobremesa.
Muitas pessoas, entretanto, reprovam-no por ser demasiadamente apelativo. Creio que os tons florais deveriam sobressair de maneira mais viçosa, mais vibrante. Falta-lhe algo mais cítrico, mais aromático, embora seja um perfume oriental. Pensemos em Ange ou Démon, por exemplo. Ou em Dior Addict.
Há uma impressão em Angel de que as flores que participam dessa composição murcharam há tempos. Entretanto não se pode ignorar os efeitos "saborosos" desse perfume. A combinação de notas doces e gulosas fomentam a curiosidade e o desejo.
O frasco é deslumbrante e tem se tornado objeto de desejo de muitas mulheres que conheço.
Para a mulher que se utiliza de seu ar angelical para se tornar ainda mais sedutora. Está entre os preferidos de Nicole Kidman, Hillary Clinton e Dianna Ross.

20 comentários :

  1. Angel é avant-garde, definitivamente! Mas não entendo como uma fragrância tão gritante pôde fazer tanto sucesso... Hypnotic poison também é gourmand, mas com que graça, com que classe! Encore une fois, bravo Dior!

    ResponderExcluir
  2. Angel é uma experiência (rsrsrsrsrsr)!

    ResponderExcluir
  3. O segredo de Hypnotic são as madeiras que dão suporte aos acordes deliciosos da baunilha, do chocolate, do caramelo e do coco... Outra coisa: as flores são indispensáveis para que um perfume não seja apenas uma sobremesa.

    ResponderExcluir
  4. O que você acha do Obsession for woman? Gosto do slogan do comercial: Oh! The smell of it... Usei UMA vez há mais de 15 anos atrás e me lembro daquela noite até hoje. Não que tenha sido muito especial rsrs...

    ResponderExcluir
  5. Engraçado... Estive pensando nesse perfume há alguns dias. Delicioso! Emana calores... É quase uma bomba de odores secretos... A base contém três ingredientes de origem animal combinada com a baunilha e o incenso. O corpo é de rosas e jasmim arrojadas num buquê spice. As notas de saída são as que eu menos percebo, pois Obsession dá logo o recado. Grande perfume. Arrisco dizer que Obsession é precursor de muitas fragrâncias gulosas, apesar de não contar com combinações gourmand (só a baunilha). Acho que vou adotá-lo novamente (rsrsrsr)!

    ResponderExcluir
  6. Acho que há uma fina relação, também, entre Obsession e Opium. Não só pelo oriental arrojado, mas pelos efeitos. Opium, entretanto, é menos generoso nas notas de bainilha. Acho que a sacada de ambos é a combinação rosa, arranjo spice e incenso.

    ResponderExcluir
  7. Sinto lavanda nas notas de saída do Obsession. Mas pode ser impressão... E aquela nota corpórea, aquela... também. Lembro de um trecho de Zola: "Quando as tuberosas se decompõem, elas tem um odor quase humano." Será que são tuberosas murchas? Fiquei muito impressionado. Lindo comercial do Obsession for men:
    http://www.youtube.com/watch?v=V4Qhv_3uyLM&feature=related

    ResponderExcluir
  8. Angel é uma experiência...macabra.
    Lembro quando o senti pela primeira vez,devia ser em 98 por aí, minha amiga ganhou do namorado e nós íamos pra "balada", rs, e ela sempre envolta numa aura horrenda de Angel, crente que estava abafando. Sempre fui honesta sobre isso, odeio.
    nem tudo que é caro é bom, nem tudo que é barato é ruim. Fico com o pé atrás com perfumes que surgem e custam valores obscenos.É como uma tentativa de camuflar a falta de substantivo, usando adjetivo.
    Ok, inaugurou uma fase, blá, blá, blá, whiskas sachê.
    Acontece que é ruim e não porque é forte ou doce,existe esse costume de culpar o Angel por sua doçura. Não, o que mata é o cheiro de flores intensíssimo, só que de flores como aquelas que morrem num vaso e ficam ali semanas.
    Há muitos flankers do dito cujo e tive a curiosidade de conhecer o Liqueur e digo, quem diz que Angel é horrível não pode imaginar a dilatação que o termo assume quando se sente este flanker infeliz.Medo eterno.

    PS: a infância de Thierry Mugler deve ter sido espantosa!

    ResponderExcluir
  9. Então, Sarah. Como disse: acredito que o floral de Angel não apareça como devido, pois os acordes doces e orientais gourmand sufocam as coitadas. Não é bem o cheiro de flor que você sente... É um coquetel cremoso em que as flores são meras coadjuvantes (rsrsrsrs).

    ResponderExcluir
  10. Pedi para sentir o cheiro de Angel no fim de semana e fiquei muda, chocada!
    Entendi por que ele faz tanto sucesso! Logo pós o Magnetism de Escada, sensacional!Ah, quero ter dinheiro pra levar um por mês pelo menos!

    ResponderExcluir
  11. Em sites internacionais, como basenotes.net, muita gente que não gosta de Angel (feminino) nos comentários, diz que é por causa do patchouli, alguns descrevendo como "burning the nostrils" ou "sucking the air out of the room". Eu já conhecia (e gosto bastante)do A Men, o masculino (antigamente chamado Angel Men), então fui conhecer o feminino e entrei para o time dos que não o suportam. Não sei se é por causa do tal patchouli, mas a impressão que me deu é de mato (não grama, mato mesmo) cortado e meio queimado. Depois sinto as notas doces, mas ainda continua um cheiro de mato permeando a composição, e não consigo sentir nada floral. Recentemente provei o Angel eau de toilette (campanha com a Eva Mendes nos anúncios), achei mais agradável, enfatiza notas de frutas vermelhas, não sendo tão sufocante quanto o eau de parfum. Esse é um caso que depende muito da química corporal de quem está usando e também de quem está sentindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem cheiro de flor que já murchou, embebida em algo doce e resinoso.

      Excluir
    2. Acabo de ter um insight, e acho que outra coisa que não contribui para o Angel edp ficar agradável para o meu olfato é a temperatura sempre elevada aqui onde moro. O calor excessivo deve ampliar a influência do patchouli na composição, deixando-a desequilibrada. A Men, por outro lado...delicioso, mesmo aqui (Pure Coffee, igualmente delicioso). E as outras de Thierry (Alien e Womanity) também ficam agradáveis, acho que por serem mais florais (bem doces, mas devido a notas florais).

      Excluir
    3. Certamente, Gastão, o clima influencia a forma como se desenvolve e se adapta uma fragrância à pele, mas entendo o que diz sobre Angel de outra maneira. Há algo exagerado no perfume. Diria que não o patchouly, apenas, mas os acordes florais que, somados aos frutais e flambados, dão-nos uma impressão de "fruta passada" rsrsrs. Vejam só!
      Nunca me encantou esse perfume, principalmente depois da onda de inspirações nacionais. Ficou brega a meu ver, no sentido comum, popular demais... E tudo que é muito popular, causa-me má impressão (mas isso é só uma ousadia minha).
      Reconheço, entretanto, o crédito de ousadia e inovação da fragrância, para a época em que surgiu, embora já tenhamos Hypnotic de Dior como um inquestionável exemplar do que seria a combinação de notas gulosas, flores e madeiras.
      Abraços, querido!

      Excluir
    4. Outra coisa, Gastão: preste atenção nas notas de mel... Mais parece própolis: talvez aí a sua nota sobre o patchouly. Envelhecem as flores, quase invalidam as frutas.
      Notei que gosto, porém, das primeiras impressões de Angel... Ainda no frasco... As notas que escapam a esse "floricídio". rsrsrrss
      Talvez a bergamota que pouco resiste, dando vigor aos tons frutais.

      Excluir
  12. Ôpa, próxima vez que tiver oportunidade, vou ver se detecto essas facetas de Angel que você mencionou. Agora, Hypnotic Poison...Cris...vou te contar...esse sim, pra mim é super sedutor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara... Acho Hypnotic um dos melhores perfumes que já senti. Sedutor mesmo! Ousado!
      Combina com pele morena, já notou?

      Excluir
  13. Ainda não tive oportunidade de conferir esse efeito do Hypnotic...No momento, mulheres que usam Hypnotic (ou outro perfume de presença como Dolce Red, Opium, Ysatis, Organza) parece que ficaram raras aqui onde moro...O que tenho notado bastante são os do tipo do Fantasy (Britney Spears).

    ResponderExcluir
  14. Essa onda Britney... Uma pasteurização!!!

    ResponderExcluir
  15. Não curto esses florais açucarados e adolescentes...

    ResponderExcluir

Participe deste blog. Vamos trocar experiências olfativas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...