domingo, 4 de julho de 2010

Safari

Trata-se de um sofisticado aroma da família fougère aromático. É sóbrio, sem ser sério demais, e inspira o frescor das tardes nas montanhas. Com notas verdes e um fundo couro/amadeirado,  é a opção certa para o homem clássico e ao mesmo tempo versátil. É o espírito executivo em suas horas de lazer. 
Safari é estimulante, otimista e limpo. As notas de cedro (capazes de conferir uma deliciosa impressão olfativa de algo fresco e amadeirado) ao fundo são nitidamente percebidas, acompanhadas de sândalo, musk e musgo de carvalho e amparando a explosão aromática do estragão, da artemísia e do coentro. 
Seu frasco, imitando uma garrafa de wisk, ostentando um brasão, dá o recado sobre a concepção desse interessante perfume. Um perfume perfeito para um "lord" de espírito jovem e esportivo.

Pau-Rosa: Uma raridade sob os olhos do mundo!

Pau-rosa (Aniba rosaeodora var amazonica Ducke syn Aniba Duckei Kostermans) é uma planta da família Lauraceae, também conhecida por: pau-rosa-mulatinho, pau-rosa-itaúba e pau-rosa-imbaúba.Destaca-se na produção de óleo essencial de aroma agradável, rico em linalol e muito utilizado na indústria de perfumaria. O óleo para fins comerciais é obtido a partir da destilação da madeira.O Brasil é o único produtor de pau-rosa [1] e o primeiro registro de extração aconteceu em 1967. Desde então, estima-se que mais de 2 milhões desta árvore já tenham sido cortadas irregularmente, sem a correspondência de replantio[2]. O perfume Chanel 05, o mais famoso do mundo, tem essa matéria-prima como uma das principais. Curioso notar como o brasileiro muitas vezes não tem noção da importância de seus recursos naturais para o mundo e, mais ainda, para a indústria do perfume. Chanel 05 está na lista dos perfumes mais caros do mercado e é símbolo da moda e da sofisticação francesa. Consumimos aqui esse produto por um preço absurdo (50 ml do extrato dessa fragrância pode chegar a mil (1.000) reais nas lojas do ramo). É claro que o que se vende mais por aqui é a versão Eau de Toilette, mais leve e com mais álcool, o que reduz o seu preço (mesmo assim pode custar até trezendos e cinquenta reais - 50 ml). Hoje, devido aos programas de preservação da espécie (pau-rosa), os laboratórios desenvolveram a essência sintética, em laboratório, mas há ainda aqueles que pagam fortunas para um exemplar do perfume artesanal, da maneira como "veio ao mundo". E vão-se as árvores brasileiras para a indústria...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...