sexta-feira, 21 de maio de 2010

A família Fougère


Antigamente era inconcebível para um homem usar perfumes. Para que ficassem com um bom odor, era comum usarem um lenço embebido em lavanda no bolso. Mais tarde, passou-se a incorporar outros elementos à base de lavanda, como cítricos. Fougère quer dizer Samambaia, ou seja, uma planta que não tem cheiro. Mera alusão à ideia de vida selvagem ou aventureira. As notas Fougère são baseadas em um acorde ou combinação de ingredientes. Esse tipo de fragrância é fresca, combinando notas cítricas, verdes, herbais, gerânio e lavanda. A família Fougére evoluiu nos últimos anos com novos acordes frescos utilizando notas florais, frutais e verdes. A percepção geral é limpa, vibrante, natural e fresca. Estes novos acordes são também incomuns devido a permanência do seu frescor durante todo o uso da fragrância. É a mais expressiva dentro das famílias masculinas, e com o maior número de lançamentos. Um dos perfumes mais famosos pertencentes a essa família é o poderoso AZZARO. Classificado como fougère aromático, é um perfume de personalidade. As notas de saída são irrestíveis e as de fundo requintadas e persistentes.

Como classificar um perfume?


Aí está uma tarefa bastante complicada. Claro que, a grosso modo, pode-se dizer,de forma leiga, mas às vezes acertiva, que determinada fragrância é cítrica, amadeirada, floral, etc. Acontece que raramente um perfume se enquadra em uma família, apenas. A grande sacada da perfumaria mundial é, exatamente, criar combinações inusitadas, misturando as essências até se conseguir um perfume que não pode ser classificado tão displicentemente. As principais famílias olfativas são:

1- Amadeirado
2- Fougére
3- Oriental
4- Cítrico
5- Floral
6- Frutal
7- Chipre
8- Ozônico ou Aquático
9- Gourmand

E as combinações:

1- Cítrico-Floral
2- Cítrico-Amadeirado
3- Floral-Oriental
4- Chipre-Floral
5- Fougére-Amadeirado
Etc Etc Etc

Verifiquem no marcador "Famílias Olfativas" a descrição de cada uma delas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...